Avançar para o conteúdo

Sommier – É preciso ?

É do conhecimento geral que a qualidade do sono noturno é absolutamente fundamental para a saúde física e mental de qualquer pessoa. Mas Será um sommier confortável e práctico? E não é segredo nenhum de que a forma como dormimos à noite influencia determinantemente o nosso comportamento durante o dia, incluindo o nosso humor, disposição e até o aproveitamento a nível profissional. Quer isso dizer que noites mal dormidas provocam insónias, que por sua vez levam a problemas de saúde, dores musculares e má disposição, que acaba por afetar consequentemente as nossas relações próximas e até no trabalho.

Assim, existem várias formas de garantir noites mais descansadas. Actualmente, por exemplo, existe uma consciência cada vez maior sobre a importância de gerir os níveis de stress e ansiedade, através da delimitação de linhas vermelhas entre o que é o espaço pessoal e o espaço profissional. Além disso, existem outros truques e dicas que contribuem para um sono mais retemperador. É o caso da prática de desporto regular, por exemplo, ou até de meditação ou reiki.

No entanto, por mais conselhos que siga, existe um que não pode ser contornado. Falamos, obviamente, da qualidade do colchão, da almofada e, se for o caso, do sommier. Sem esses elementos adequados, a sua noite de sono nunca será a ideal. As opções disponíveis no mercado são assim tantas, que existem soluções para todos os gostos e necessidades. O melhor é mesmo decidir o que escolher. Existem dezenas de modelos diferentes, com materiais distintos e tamanhos variados.

Contudo, a questão que procuramos levantar aqui é muito simples: é necessário um sommier para garantir uma boa noite de sono? Obviamente que esta é uma pergunta sem uma resposta correcta, uma vez que tudo depende de diferentes fatores, nomeadamente as suas reais necessidades, o modelo do colchão e da cama adquirido e até mesmo o orçamento disponível. Poderá então o sommier ser uma opção no que diz respeito ao seu quarto? Mais uma vez, não existe uma única resposta a essa questão. Por isso, o fundamental é ter a noção do que realmente precisa e quais os seus objectivos. Vamos então por partes.

O que é um sommier?

Antes de continuar, convém fazer um aparte. Sabe o que é um sommier? Este é uma espécie de cama, que consiste numa base coberta com tecido. É mais ou menos como se fosse os pés para suportar o colchão e pode ter vários modelos. Existem sommiers com ripas, com pinos ou com molas. Este vem forrado a tecido para protege-lo de impactos, o que é uma vantagem em relação à cama tradicional, que está mais exposta-

Além disso, existem outras vantagens na escola de um sommier. Este é maus duradouro, resistindo melhor à passagem do tempo e à usabilidade, ao mesmo tempo que pode ser mais apelativo esteticamente. Não é por acaso que é muito usado pelas revistas de decoração de interiores. É normalmente uma peça de mobiliário de quarto elegante, mais versátil e extremamente eclética.

sommier

Quais as vantagens de um sommier


Nos parágrafos acima já abordámos alguns dos benefícios em optar por um sommier, nomeadamente a durabilidade e a parte estética e decorativa. No entanto, existem outros benefícios inerentes. Começando logo pelo facto de esta ser uma opção com uma melhor capacidade de arejamento. Devido ao tecido que cobre a estrutura, o sommier permite uma ventilação melhor da cama, impedindo a acumulação de odores e o desenvolvimento de bactérias, que podem vir a ser nocivas para a saúde.

Além disso, o sommier beneficia alargamento a qualidade do sono. Com a sua estrutura em ripas, ele oferece uma superfície plana e estável, garantindo igualmente flexibilidade para suportar o peso do colchão e, consequentemente, do corpo. Ao funcionar como um amortecedor, o sommier tem um papel mais activo do que a cama tradicional em garantir o conforto durante o descanso nocturno.

Assim, podemos dizer que o sommier tem um design acima da media, são práticos, duram mais do que o habitual e são extremamente confortáveis. Além disso, as marcas disponíveis no mercado são conhecidas pelo seu fabrico de alta qualidade, com intensa atenção ao detalhe, o que garante o apoio correcto ao corpo. O sommier é sinónimo de conforto e robustez, características fundamentais para garantir uma experiência de sono rejuvenescera.

Quais os tipos de sommier existentes no mercado?

Como também já tivemos oportunidade de referir nas linhas anteriores, existem uma larga gama de diferentes tipos de sommier disponíveis no mercado. O modelo clássico é o que tem ficas ripas de madeira, cuja largura e espaçamento muda consoante o modelo e marca. Este é o formato mais comum no que diz respeito a esta peça de mobiliário, mas é também o menos flexível de todos.

O modelo mais recomendado para oferecer uma noite de sono mais confortável é o sommier de ripas articuladas. Este modelo é mais reativo ao receber o peso do colchão, uma vez que as suas ripas de madeira acompanham os movimentos do corpo durante a noite. É assim uma opção mais ergonómica, ideal para quem sofre de lesões musculares ou ósseas, por exemplo. São ainda mais suaves, o que melhora a zona lombar e dos rins também.

Finalmente, menção ainda ao sommier elétrico, que oferece um controlo remoto eletrónico na base para levantar uma parte da capa. O sommier elétrico pode ser de ripas ou pinos e são uma opção de relaxamento extremo. Permite levantar diferentes partes do corpo, de acordo com as necessidades do momento, aliviando possíveis tensões musculares. É uma ótima opção para lesões, melhorando igualmente a circulação sanguínea e a respiração. São modelos que existem igualmente em diferentes tamanhos, tanto para uma pessoa como para casais.